// ensaio sobre a burocracia

juros-bancáriosQuem anda comigo sabe que eu sou péssima em fazer conta. Mas soma, subtração, multiplicação do salário e regra de três eu sei fazer. Só o necessário mesmo pra não levar pequenos calotes na vida e para não passar vergonha nas matérias que exigem uma continha ou outra.

Não sou matemática, não sou engenheira, nem professora, nem caixa de supermercado, nem caixa de banco. Mas o funcionário da Caixa Econômica Federal que me atendeu na sexta-feira passada era. E nada mais justo do que ele fazer o cálculo dos juros de um boleto bancário que o cliente chega para pagar e onde constam instruções de cálculo ao caixa. Não foi exatamente o que aconteceu.

Cheguei na agência da Caixa Econômica da Graça às 11h30. Três pessoas aguardavam para ser atendidas por dois funcionários. Aguardei por cerca de 10 minutos para que a máquina que imprime as senhas voltasse a funcionar e, finalmente, imprimisse a minha senha de atendimento. Depois de muita espera, percebi que o vigilante a quem eu tinha pedido ajuda tinha esquecido de mim – e das outras quatro pessoas atrás de mim na fila.

Quando ele finalmente lembra e eu consigo o meu papel, descubro que uma pessoa já tinha a mesma senha que eu. Educadamente, dei a preferência ao rapaz que chegou antes e, na minha vez, ouço a seguinte informação do caixa na minha frente:

– Você tem que calcular os juros na gerência.
– Mas está escrito aí como calcular, moço. Eu mesma calculo aqui…
– Você tem que calcular na gerência.

Perguntei se precisava pegar outra senha e ele me disse que apenas para o atendimento na gerência. Não tinha ninguém na minha frente, mas achar a gerente foi outro parto. E lá se iam 40 minutos de espera para pagar um boleto, no qual estavam escritas as instruções de cálculo dos juros ao “senhor caixa”.

Encontro a gerente e, olhando o meu boleto meio de lado, ela informa que vai precisar descobrir se o sindicato ainda é atendido pela agência. Mais 20 minutos até a moça voltar com o meu boleto com os juros calculados e o valor escrito a mão – A MÃO!! Nada de boleto nosso reimpresso ou algo que justificasse que os juros fossem calculados na gerência.

De volta ao caixa que me atendeu, consegui pagar o meu boleto 1h30 depois de ter entrado na agência. Os juros, que não poderiam ser calculados pelo caixa e nem por mim, equivaliam à incrível soma de R$ 2. E viva a burocracia!

Anúncios

Uma resposta em “// ensaio sobre a burocracia

  1. Olá Clarissa, tudo bem? parabéns pelo blog. Antes de tudo, se esta mensagem for ofensiva para você, por favor, desconsidere-a. Meu nome é Cadu e gostaria de te convidar para conhecer um novo e bom lugar a mais para ter sua página(não é preciso fazer nada em termos de construção, é só se inscrever e começar a usar) e fazer seus comentários diários sobre o que quiser falar. Sinta-se à vontade para visitar o site weweh.com e ver se te interessa e é proveitoso ter sua página lá. É grátis e a visualização de suas publicações é excelente, por dois fatores: assim que sua publicação é feita, ela aparece para todos que veem o site numa página chamada “agora”, http://www.weweh.com/agora e você também você pode direcionar para o espaço que seja melhor pra você. Exs: cidadãos, estudantes, esportistas, mães, cinéfilos, leitores, entre mais de 20 opções, http://www.weweh.com/pesquisar. Publicar para todos, só para homens, só para mulheres. Você poderá ser achada exatamente pelo que publica de interessante, seja sobre qual assunto for já que a página frontal do site é de procura, ou seja, você é achada por qualquer um que visita o site, não só amigos ou conhecidos de amigos, tendo assinantes em seu canal. Veja uma página já sendo usada por um usuário para conhecer: http://www.weweh.com/carlos (aonde eu mesmo falo muito sobre fotografia) e como sua página após encher de posts: http://www.weweh.com¬/carlos/posts. É só clicar em assuntos para visualizar todas as publicações. É um site voltado para ideias, paixões e talentos. A convergência dos fóruns com os blogs. De novo, se esta mensagem for ofensiva para você, por favor, desconsidere-a e desculpe por qualquer inconveniente. Agradeço.
    Carlos Bomfim.
    PS: só para constar, não é um site para colocar links do seu blog. É um lugar a mais para escrever e ficar ainda mais conhecida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s